O que é a Fenomenologia?

André Dartigues

ISBN - 978-85-88208-37-7 — 152 págs. — R$ 33,00

Segundo a etimologia, a fenomenologia é o estudo ou a ciência do fenômeno. Como tudo o que aparece é fenômeno, o domínio da fenomenologia é praticamente ilimitado e não poderíamos, pois, confiná-la numa ciência particular. A história do termo pode ser mais esclarecedora do que sua mera etimologia, se admitimos que a fenomenologia representa um momento da história da filosofia. 
O primeiro texto em que figura esse termo, de Lambert, entende por fenomenologia a teoria da ilusão sob suas diferentes formas. Kant retoma o termo e o designa como “phaenomenologia gene-ralis”, a disciplina propedêutica que deve, segundo ele, preceder a metafísica. Mas é com a Fenomenologia do Espírito de Hegel que o termo entra definitivamente na tradição filosófica para em seguida vir a ser de uso corrente. Não é, contudo, a fenomenologia hegeliana que iria se perpetuar no século XX sob a forma do movimento de pensamento que traz o nome de fenomenologia. O verdadeiro iniciador desse movimento devia ser Husserl, que deu um conteúdo novo a uma palavra já antiga. Husserl procura substituir uma fenomenologia limitada por uma ontologia impossível e outra que absorve e ultrapassa a fenomenologia por uma fenomenologia que dispensa a ontologia como disciplina distinta, que seja, pois, à sua maneira, ontologia — ciência do ser.